CASA FUNDADA EM 1860
GARRAFEIRA E MERCEARIA FINA
MENU

OS DIFERENTES ESTILOS DE VINHO DO PORTO

< voltar

 

A diversidade de Vinho do Porto é um dos factos mais apreciados pelos consumidores, porque permite o degustar do vinho por pessoas com os mais variados gostos. Ao longo da sua história foram criados vários estilos e na hora de escolher pode haver uma certa confusão devido à oferta. Basicamente, a sua diferença é devida ao tempo que passam nas barricas e o tamanho das mesmas.
 
Os Vinhos do Porto como os outros vinhos, estão divididos em Tintos e Brancos.
 
Nos Tintos existem duas grandes famílias, o Ruby e o Tawny.
 

 

Tipos de Vinho do Porto – www.winesofportugal.info

 


O RUBY é um vinho que tem menos contacto com o ar dentro das barricas, e por isso pouca oxidação, retendo o sabor muito frutado, cor escura (rubi), com notas de frutos vermelhos. Alguns LBV e sobretudo o Vintage, precisam de ser decantados, devido ao aparecimento de “pé” dentro da garrafa, causado pelo envelhecimento do mesmo. Dentro da categoria, e por ordem de qualidade:
 

  • Ruby, passa 3 anos em barricas, aromas e sabores muito frutados, são vinhos muito jovens, sem evolução em garrafa;

 

  • Rosé, é a mais recente inovação no Vinho do Porto e quando foi lançado, criou polémica, já que muitos diziam que não era um Porto normal. Mas a sua diferença ganhou adeptos muito rapidamente.  É proveniente de uvas tintas das tradicionais castas de Vinho do Porto. Mas a sua tonalidade cor-de-rosa conseguiu-se através de uma ligeira extração de cor. Ou seja, ela é obtida através de maceração pouco intensa das uvas. Após a produção, evolui em cubas de aço inoxidável de modo a manter a sua frescura original e evitar uma oxidação demasiado intensa. Tem uma bonita cor rosa com nuances rubis. Sabor muito frutado, sedoso, suave e com textura fina. É versátil, fresco e suave. Não tem qualquer evolução na garrafa e deve ser bebido bem fresco, entre os 6 e 7 Graus, num copo alto, com muito gelo. Excelente como aperitivo ou refresco.

 

  • Reserva Ruby, seleção de vários anos de vinhos do Porto, que combinados resultam num vinho rico, com cor rubi escura, encorpado com muitas notas de fruta, mostrando, no entanto, muito boa versatilidade;

 

  • Late Bottled Vintage (LBV), colheita de um só ano de muita qualidade, envelhece entre 4 a 6 anos nas barricas. Tem cores vermelhas rubi intensas, rico, frutado e muito encorpado. Notas de frutos vermelhos que com a evolução em barrica se tornam mais redondos e suaves. Pode ser consumido na altura da compra, apesar de alguns continuarem o envelhecimento na garrafa, contundo não com a expressão de um Vintage. Excelente opção para quem não quer comprar um Vintage, mas quer saborear um vinho de eleição, mais próximo da sua qualidade, a preços mais baixos;

 

  • Crusted, é uma mistura de bons Vintages, passando cerca de três anos nas barricas. Aromas e sabores frutados e elegantes. É também uma excelente alternativa ao Vintage e forma um sedimento (ou crosta) na garrafa, precisando de ser decantado.

 

  • Vintage, é o Rei do Vinho do Porto (e da nossa Garrafeira também), e aquele que dá corpo à expressão tão Portuguesa, “É como o Vinho do Porto, quanto mais velho melhor”, devido ao facto de todo o seu potencial ser libertado com os anos de repouso na garrafa.

    Proveniente de anos de excecional qualidade, dão origem aos melhores e mais míticos Vinhos do Porto. Contundo é um vinho que é apreciado de maneira diferente ao longo da sua vida.

    Até aos 5 anos, mantém aquele carácter frutado e cor muito vermelha escura, característica típica dos Ruby. Os aromas e sabores são muito mais exuberantes que um vinho mais jovem. Após 10 anos dá-se uma nova transformação e assume uma cor vermelho granada e os aromas e sabores transformam-se em notas de excelência de frutos maduros. Mais tempo em garrafa faz com que a cor se torne mais âmbar e que as notas de fruta atinjam níveis de excelência e plenitude de sabores e aromas que com a maturidade se desenvolvem em sensações únicas para quem prova.

 

 


O TAWNY devido às grandes dimensões das suas barricas onde envelhece, tem um elevado grau de oxidação, fazendo com que as notas mais frutadas deem origem a notas de frutos secos, especiarias e madeira. Os Tawnies não continuam o envelhecimento na garrafa. Dentro desta categoria encontramos:
 

  • Tawny, vinho jovem que passa somente três anos em barricas, cor tinto aloirado, com notas jovens de frutos secos e madeira;

 

  • Tawny Reserva, envelhece em media entre 6 a 7 anos nas barricas, desenvolvendo uma cor âmbar média, com notas atrativas e elegantes dos frutos que já ganharam uma certa maturidade;

 

  • 10, 20, 30 e 40 Anos, indicação do tempo passado nas barricas em média. Mistura de vários vinhos com a mesma idade. Dão origem a excelentes vinhos que conforme a sua idade, adquirem tons cada vez mais âmbar e intensificam e diversificam os aromas e sabores dos frutos secos e madeira a níveis de eleição;

 

  • Colheita, proveniente de um ano só, são os reis desta categoria. Envelhecem um mínimo de 8 anos nas barricas de carvalho, sendo comum encontrar vinhos com mais de meio século e até muito mais velhos. A cor consoante a idade passa do tinto aloirado para o âmbar claro. Os aromas e sabores explodem na boca num misto de sensações elegantes e ricas com notas fantásticas de frutos secos e madeira, tudo num conjunto de diferentes resultados consoante o produto.

 
 


Os BRANCOS, como o próprio nome indica, são fabricados usando castas de uva branca, típicas da Região do Douro. Na sua fermentação não há contacto da uva com o mosto e o vinho envelhece em grandes balseiros de carvalho, com mais de 20 mil litros. Entre os Brancos existe:
 

  • Branco Seco, Branco e Lágrima, são os únicos Vinhos do Porto categorizados pela doçura. Seco, Meio Doce e Doce. Contundo, nunca perdem totalmente o açúcar e por isso é comum encontrar vinhos secos que retêm alguma doçura. São vinhos jovens e frutados, que passam em média 4 anos nos bolseiros de carvalho. Desenvolvem aromas e sabores frutados junto com notas da madeira de carvalho. O Branco Seco é o mais seco vinho do Porto com o máximo de 65 g/ litro de vinho, o Branco normal pode ir até aos 130 g/litro e o Lágrima acima dos 130 g/litro.

 

  • Branco com indicação de idade, mistura de vinhos com média de idades iguais e que se apresentam elegantes, encorpados e ricos.

 

  • Colheita Branco, são vinhos provenientes de uma só colheita de um só ano, envelhecem em balseiros muito grandes e ao longo do seu envelhecimento adquirem tons de cor palha, com aromas e sabores maduros e elegantes da fruta, junto com notas de madeira.

    Existem em muito menor número que as Colheitas Tawny e por isso tornam-se vinhos muito procurados pela sua raridade, mas acima de tudo pela sua excelência que se encontra numa garrafa de Vinho do Porto Branco com muitos anos.

 

 

< voltar

MÉTODOS DE PAGAMENTO
DISPONÍVEIS ONLINE
AGORA AS DESPESAS
DE ENVIO SÃO GRÁTIS!
em compras superiores a 50€ e para
envio em PORTUGAL-CONTINENTAL
OS NOSSOS PRODUTOS
JÁ CHEGAM AO BRASIL
inicie sessão e simule as suas despesas do envio no seu carrinho de compras
SOLICITE NA COMPRA
O DOCUMENTO!
exclusívo na loja física (Lisboa) e para
clientes com residência fora da UE
subscrever Newsletter
Manuel Tavares - Garrafeira e Mercearia Fina
A carregar...